Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Deficiência de vitamina D em crianças obesas pode predizer risco de doenças cardiovasculares

Postado por em Obesidade no dia abril 28, 2017


De acordo com dados do encontro médico Endo 2017 (Endocrine Society) que ocorreu em abril deste ano, na Florida, nos Estados Unidos, a deficiência de vitamina D pode ser considerada um marcador para doença cardiovascular precoce em crianças e adolescentes. A coordenadora do estudo e endocrinologista pediátrica, Marisa Censani, que também é diretora da Divisão de Endocrinologia Pediátrica do Hospital Presbiteriano de Nova York / Weill Cornell Medicine, afirma que a obesidade pediátrica afeta 17% dos bebês, crianças e adolescentes na faixa etária dos 2 aos 19 anos de idade nos Estados Unidos, sendo que a obesidade é um fator de risco para a deficiência de vitamina D.

Marisa acredita que o estudo é notável porque este é um dos primeiros estudos a avaliar a relação da deficiência de vitamina D com a lipoproteína, que pode ampliar o risco cardiovascular em crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade.

Os pesquisadores revisaram os registros médicos, incluindo os níveis de vitamina D de crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos de idade, que foram avaliados nos ambulatórios de endocrinologia pediátrica daWeill Cornell Medicine durante um período de dois anos.

A pesquisa mostra que dos 332 pacientes avaliados, 178 preencheram critérios de sobrepeso e obesidade e Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 85, sendo que 60 pacientes apresentaram IMC acima de 85, conforme os resultados de teste lipídico em jejum.

Verificou-se que a deficiência de vitamina D está significativamente associada a um aumento dos níveis de lipídios aterogênicos e dos marcadores de doença cardiovascular precoce. Os índices de colesterol total, triglicerídeos, LDL, colesterol não-HDL, bem como as taxas de colesterol total/HDL e triglicerídeo/HDL, foram todos maiores em pacientes com deficiência de vitamina D em comparação aos pacientes que não apresentaram deficiência de vitamina D.

Os resultados reforçam a importância do rastreamento de crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade em relação a deficiência de vitamina D, assim como os benefícios de melhorar o status do composto para a redução do risco cardiometabólico.

Reference

Censani M, Schumaker T, Hammad HT, Christos PJ. Vitamin D status is associated with early markers of cardiovascular disease in children and adolescents with overweight and obesity. Abstract 342. Presented at: ENDO 2017: the 99th Annual Meeting & Expo. April 1-4, 2017; Orlando, Florida.

Link: http://bit.ly/2oTTFr4

 


Related Posts

Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.