Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Dieta rica em proteínas reduz a gordura corporal, mas exige cuidados

Postado por em Proteína no dia abril 02, 2015


 

Dietas ricas em proteínas são cada vez mais popularizadas na mídia leiga como uma estratégia promissora para a perda de peso. A vantagem está em proporcionar a melhoria da saciedade e diminuição da gordura. A explicação para a à perda de peso associada a dietas de alta proteína envolvem aumento da secreção de hormônios da saciedade (GLP-1), a secreção do hormônio orexígenos e a redução da grelina, que são estimuladores do apetite. Essa dieta também aumenta o efeito térmico dos alimentos e as alterações induzidas pela proteína em gluconeogenesis (responsável pela rota da glicose).

Entretanto, de acordo com recente revisão teórica, existe ressalvas a respeito do tema, pois é preciso estar atento para o aumento da carga ácida para os rins e aumento do teor de gordura de proteína animal. Um consumo elevado de aminoácidos de cadeia ramificada em combinação com uma dieta ocidental pode exacerbar o desenvolvimento da doença metabólica, porque o excesso de proteína. O que é considerado indesejável se a perda de peso é o objetivo.

Dieta de alta proteína a curto prazo

A saciedade sustentada é um componente-chave para induzir um balanço energético negativo e promover a perda de peso. Uma estratégia para a perda de peso ideal seria promover a plena satisfação do apetite e manter a taxa metabólica basal. A saciedade sofre a influência de vários componentes, incluindo, o sistema cognitivo e neural, bem como o sistema gastrointestinal. Essa hierarquia é induzida por macronutrientes semelhante ao observado para a termogénese induzida pela dieta. O aumento da saciedade ajuda a diminuir o consumo de energia, o que é um requisito para o emagrecimento sucedido.

Segundo a endocrinologista Dra. Marcela Ferrão, as dietas ricas em proteínas têm sido demonstradas como uma ferramenta potencial para a perda de peso. As orientações dietéticas gerais para adultos sugerem um intervalo de distribuição de macronutrientes aceitável entre 45 e 65% do total de energia a partir do consumo de carboidratos, de 20 a 35% de gordura e de 10 a 35% de proteína, com uma ingestão diária recomendada de 46 e 56 gramas. A dieta é, portanto, considerada rica em proteínas se for superior a 0,8 g / kg de peso corporal ou a habitual de 15 a 16% da energia total consumida.

Fonte: A High-protein Diet for Reducing Body Fat: Mechanisms and Possible Caveats. Dominik H. Pesta, Varman T. Samuel. 2014, 11.

Link: http://www.nutritionandmetabolism.com/content/11/1/53

 

 

 


Related Posts

Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.