Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Estados Unidos e Brasil cada vez mais obesos

Postado por em Obesidade no dia julho 02, 2015


Número maior de americanos estão acima do peso de acordo com uma reanálise dos dados da National Health and Nutrition Examination Survery (NHANES). No Brasil, o número de brasileiros acima do peso também é cada vez maior. Pesquisa do Ministério da Saúde, Vigitel 2014, alerta que o excesso de peso já atinge 52,5% da população adulta do país. Essa taxa, nove anos atrás, era de 43% – o que representa um crescimento de 23% no período. Também preocupa a proporção de pessoas com mais de 18 anos com obesidade, 17,9%, embora este percentual não tenha sofrido alteração nos últimos anos. Os quilos a mais na balança são fatores de risco para doenças crônicas, como as do coração, hipertensão e diabetes, que respondem por 72% dos óbitos no Brasil.

 Nos Estados Unidos, em recente reanálise feita por pesquisadores da Divisão de Ciências de Saúde Pública da Universidade de Washington, em Saint Louis, Missouri, os dados mostram que cerca de 67,6 milhões de americanos com idade acima de 25 anos são obesos e 65,2 milhões estão acima do peso. “A descoberta mostra a necessidade urgente de uma ação efetiva do governo em melhorar a dieta e a atividade física dos americanos”, disse uma das integrantes do estudo, a pesquisadora Lin Yang, PhD, da Universidade Washington,

Conforme releitura da investigação, a proporção de mulheres que está com sobrepeso ou obesidade aumentou de 55%, no período de 1988 a 1994, para 63% de 2007 a 2012. Já o número de homens com sobrepeso ou obesidade passou de 63% para 75%.

Nessa análise os estudiosos observaram as mudanças demonstradas pela análise do NHANES para um período mais curto, comparando levantamentos realizados a cada dois anos (de 2003 a 2011). Ao longo dos últimos 10 anos não houve nenhuma mudança linear estatisticamente significativa na prevalência de obesidade adulta em geral, embora a prevalência parece ter aumentado entre as mulheres mais velhas.

Entretanto os resultados não convenceram os pesquisadores de que a obesidade estabilizou. Para eles, a nova análise inclui uma amostra maior de adultos. Eles agregaram dados dos inquéritos de 2007-2008, 2009-2010, e 2011-2012, que reúne 15.208 adultos com 25 anos ou mais, excluindo 125 mulheres que estavam grávidas no momento do exame e 827 pessoas que não fornecem informações suficientes sobre o seu peso e altura.

Eles descobriram que a distribuição de peso foi semelhante para os dois sexos em todos os grupos étnicos, exceto o grupo de mulheres não hispânicas apresentaram índice de massa corporal normal.

Para a endocrinologista Dra. Marcela Ferrão, são números que dão ao fenômeno contornos de epidemia. Mantido o ritmo atual de crescimento do número de pessoas acima do peso no Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em dez anos elas serão 30% da população – padrão idêntico ao encontrado nos Estados Unidos, onde a obesidade já se constitui em sério problema de saúde pública. “As pesquisas mostram que as famílias estão gradualmente substituindo a alimentação tradicional na dieta do brasileiro – arroz, feijão, hortaliças – por bebidas e alimentos industrializados, como refrigerantes, biscoitos, carnes processadas e comida pronta. Tudo mais calórico e, em muitos casos, menos nutritivos”, conclui a especialista.

Fonte:

Prevalence of Overweight and Obesity in the United States, 2007-2012 

Lin Yang, PhD1; Graham A. Colditz, MD, DrPH1

JAMA Intern Med. Published online June 22, 2015.

Vigitel 2014 – Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico

 http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2015/abril/15/PPT-Vigitel-2014-.pdf


Related Posts

Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.