Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Estudo mostra o potencial da proteína para saciedade

Postado por em Apetite no dia abril 01, 2016


De acordo com estudo sueco, as proteínas são mais eficazes do que carboidratos e gordura na supressão do apetite. Os resultados dessa recente investigação podem ajudar, ainda mais, na criação de alimentos “inteligentes” que controlem e liberem a energia disponível, considerando que o controle da ingestão de energia é vital para o equilíbrio energético, pois a compreensão do sistema de controle do apetite é importante para combater a epidemia de obesidade.

A nutrição esportiva, em especial, assumiu a liderança no desenvolvimento de produtos que se destinam a atender as recomendações para quantidades de proteína necessárias ao organismo dos atletas. Resultados dessa pesquisa mostram que os macronutrientes encontrados em proteínas saciam mais o apetite do que carboidratos e gordura. No entanto, as fontes dos macronutrientes, densidade de energia, volume e palatabilidade, dificultam a identificação do percentual ideal dos macronutrientes para saciedade.

Sobre o estudo

O estudo, que teve lugar na Universidade de Lund, na Suécia, reuniu 23 homens e 17 mulheres, na faixa etária entre os 20 e 50 anos. Todas as manhãs, os participantes eram convidados a visitar o laboratório e informar sobre as refeições consumidas no dia anterior. Durante cada uma dessas visitas, essas pessoas receberam uma bebida contendo uma dose especifica de proteína, carboidrato e gordura. Essas bebidas tiveram o mesmo nível de calorias e foram consumidas em volumes iguais.

Várias horas depois foi oferecido aos voluntários, durante o almoço,  um cardápio à base de tortellini com molho de tomate e queijo, que poderia ser consumido à vontade. Os pesquisadores, então, verificaram de que forma que a bebida consumida  anteriormente, denominada “Pré-carga”,  influenciou na sensação de saciedade, subsequente ao consumo e os níveis sanguíneos hormonais e metabólicos.  Isso significa,  que, independente do conteúdo das gorduras e carboidratos contidos da bebida pré-carga, o consumo de uma versão de alta proteína suprimiria o apetite a mais.

Os pesquisadores também descobriram que a maioria das classificações de apetite tendem a ser suprimidas em 13% com o aumento do teor das proteínas dos pré-carregamentos. Os carboidratos produziram maior aumento da plenitude e respostas pós-prandial de glicose e insulina do que fez a proteína e gordura.

Os cientistas acreditam que a proteína foi o macronutriente mais influente para o consumo do almoço, porque ambas as bebidas com elevado teor de proteínas e seu consumo prospectivo suprimiu significativamente a fome, em comparação com a bebida de baixo teor de proteína.

No entanto, não houve diferenças nas outras sensações de apetite entre as bebidas que tinham diferentes proporções de gordura. Os pesquisadores acreditam que os carboidratos atuaram em conjunto com a proteína para gerar as sensações de apetite. O estudo também descobriu que o consumo de alta proteína baixa a glicose no sangue e aumenta as concentrações de glucagon e peptídeo 1.

Fonte: Protein-Enriched Liquid Preloads Varying in Macronutrient Content Modulate Appetite and Appetite-Regulating Hormones in Healthy Adults1,2,3

Anestis Dougkas* and Elin Östman

Link para estudo: http://jn.nutrition.org/content/146/3/637.abstract

 


Related Posts

Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.