Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Estudo mostra que adoçantes podem contribuir para o aparecimento do diabetes tipo 2

Postado por em Diabetes no dia novembro 26, 2014


Uma pesquisa denominada “Adoçantes artificiais induzem à intolerância a glicose alterando a flora intestinal” publicada na Revista Nature e realizada pelo Instituto Weizmann de Ciência, em Israel, relaciona o uso de adoçantes com um maior risco de desenvolver intolerância à glicose – quando o organismo não produz insulina suficiente. A conclusão é polêmica: em vez de combater, os adoçantes podem contribuir com a epidemia da doença.

O estudo explora dados de animais de laboratório, bem como de humanos e mostra que o consumo de edulcorantes, principalmente, o da sacarina promove uma intolerância à glicose, e esta resposta tende a piorar como o passar do tempo. Também foi observado que a média de hemoglobina glicada foi maior em indivíduos que consomem alta quantidade desse edulcorante. Estes resultados são atribuídos a alteração da microbiota intestinal (bactérias da flora intestinal), sendo que bactérias patogênicas estavam em maior concentração naqueles que consumiam o edulcorante. Outros dois aspectos que contribuem para a conclusão foram que o uso de antibiótico normaliza a curva glicêmica e o transplante de fezes de ratos que consumiram sacarina estéril para ratos também causou intolerância à glicose.

Alterações na flora intestinal

Ao atravessar o estômago, essas substâncias encontram no intestino um imenso ecossistema de bactérias, que tem um papel importante na nossa saúde e pode metabolizar coisas que nosso organismo não metaboliza. A hipótese dos pesquisadores se confirmou: os animais que ingeriram o adoçante tiveram alterações tanto na composição quanto na função da flora intestinal.

Acredita-se que as substâncias induzam uma vantagem competitiva em certos tipos de bactéria e isso desequilibra o ecossistema. Outra possibilidade é que os adoçantes sejam tóxicos para alguns micro-organismos.

Em humanos, os estudos foram menos detalhados. Os pesquisadores analisaram os dados de consumo de adoçante e os indicadores de saúde de 381 voluntários não diabéticos que já participavam de uma pesquisa sobre nutrição. Em 172 deles, também fizeram avaliação da composição da flora intestinal.

Mais uma vez, foi encontrada a relação entre adoçantes e fatores ligados à síndrome metabólica, como sobrepeso, intolerância à glicose e alterações na microbiota. Sete voluntários receberam, por sete dias, grandes doses de sacarina. Em quatro foram observados o aumento da intolerância à glicose e a alteração na flora intestinal.

Segundo a endocrinologista Marcela Ferrão, os adoçantes devem ser usados com moderação. A médica ressalta que a escassez dos resultados da pesquisa em humanos exige outros estudos mais apurados.

FONTE: Artificial sweeteners induce glucose intolerance by altering the gut microbiota. Suez, J. et al.. Nature 2014.


Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.