Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Estudo mostra que exercícios alternados de alta intensidade melhoram o controle do açúcar no sangue

Postado por em atividade física no dia dezembro 03, 2015


Pesquisas recentes mostram que uma sessão de meia hora de esforço intenso com intervalos de recuperação pode, em alguns casos, proporcionar mais benefícios do que exercícios longos de intensidade constante. Além de melhorar a condição geral da saúde, sobretudo de pessoas com diabetes tipo 2, a técnica de rajadas curtas seguidas de descanso aumenta a resistência e a força muscular, especialmente em praticantes amadores.

Trabalhos científicos apontam que o HIIT (High-intensity interval training) provoca melhorias como controle de açúcar no sangue, redução do risco para diabetes, diminuição da resistência à insulina, aumento prolongado da taxa metabólica e maior produção do fator neurotrófico derivado do cérebro (Bdnf), uma proteína relacionada à sobrevivência e à formação de neurônios.

Recentemente pesquisadores do Instituto Karolinska, na Suécia, detalharam, na revista Pnas, parte dos mecanismos moleculares do exercício. Os resultados mostram que o enorme estresse muscular provocado pelo ritmo de alta intensidade alternado (denominado como HIIT) modifica os receptores dos canais de cálcio, potencializando a expressão de genes como o PPAR-Gama e PGC1-alfa, responsáveis pela geração de novas mitocôndrias. Essas moléculas atuam como usinas de energia para a célula, e o aumento delas torna o músculo mais resistente.

O estudo mostra que o HIIT é uma maneira eficiente de melhorar o desempenho físico em indivíduos saudáveis ​​e em pacientes com doenças crônicas comuns, mas os mecanismos subjacentes a eficácia do HIIT são incertos. O método tornou-se popular porque é uma maneira eficiente para aumentar a resistência. Uma questão intrigante,  e ainda sem resposta, é como alguns minutos de HIIT podem ser tão eficazes.

Estudo realizado com homens para uma sessão de três a seis séries de 30 segundos de alta intensidade) de exercícios com ciclismo mostrou por meio de biópsias musculares que após 24 horas ocorre extensa fragmentação do Ca2 retículo sarcoplasmático (SR) + canais e o receptor de rianodina 1 (RyR1). A fragmentação RyR1 induzida por HIIT não ocorreu nos músculos expostos ao antioxidante, que oferece uma explicação para efeitos antioxidantes sem corte de treinamento de resistência.

A endocrinologista Dra. Marcela Ferrão conclui lembrando que qualquer tipo de atividade física é válida para a saúde, controle de peso, condicionamento e controle do diabetes. “O importante é encontrar algo que se identifique e pratica”, ressalta a médica

Fonte: Ryanodine receptor fragmentation and sarcoplasmic reticulum Ca2+ leak after one session of high-intensity interval exercise..Nicolas Placea,1,Niklas Ivarssonb,1 Tomas Venckunasc,1, Daria Neyrouda,d,  Marius Brazaitisc,Arthur J. Chengb,  Julien Ochalae,


Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.