AGENDE UMA CONSULTA
Post sobre menopausa

Uma nova maneira de medir com mais precisão o hormônio anti-Mülleriano (AMH) no sangue das mulheres pode prever a menopausa e o período menstrual final com margem de erro de 1 a 2 anos.

👉🏼Os métodos atuais para prever a menopausa não são muito precisos, têm uma janela de até 4 anos. Esses métodos incluem a medição dos padrões de sangramento menstrual e do hormônio folículo-estimulante (FSH). A medição do FSH mede indiretamente a reserva ovariana; os níveis variam amplamente ao longo do ciclo menstrual, dificultando a interpretação dos resultados.

O AMH é produzido pelo desenvolvimento de folículos no ovário e pode indicar reserva ovariana ou o número de óvulos que uma mulher deixou nos ovários. A reserva ovariana diminui com a idade à medida que a menopausa se aproxima.

Com essa descoberta, seria interessante a incorporação de parâmetros adicionais que estariam associados à menopausa, como histórico familiar e tabagismo, e desta forma, melhorar ainda mais a capacidade de prever a menopausa e atenuar seus efeitos.

Você acredita estar próxima da menopausa? Vamos conversar? Agende sua consulta aqui

 

Fonte: Ultrasensitive Test Better Predicts Final Menstrual Period – Medscape – Jan 27, 2020.