Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Pesquisa avalia impacto do colesterol em pacientes com risco de diabetes

Postado por em Diabetes no dia março 20, 2015


Um novo estudo demonstra que os pacientes com hipercolesterolemia familiar (HF) – alteração que pode afetar igualmente os dois sexos alterando os níveis de colesterol  desde o nascimento – tem uma redução significativa do risco de desenvolver diabetes tipo 2 em comparação aos seus parentes que não em essa doença. As descobertas lançam uma luz sobre o impacto do colesterol no metabolismo da glicose e, potencialmente, dão uma pista sobre a razão pela qual as estatinas (medicamentos para reduzir o colesterol) podem aumentar o risco para o diabetes.

Em uma análise com mais de 60 mil indivíduos holandeses, entre 2004 e 2014, a prevalência do diabetes de tipo 2 foi 38% menor em pacientes com hipercolesterolemia do que seus familiares sem a patologia. Além disso, houve uma relação inversa entre a severidade da mutação do gene que causa a doença e a prevalência de diabetes tipo 2.

Embora os resultados sejam considerados importantes para pacientes com HF, a equipe da Associação Médica Americana sugere, em seu relatório, que um dos aspectos importantes desse trabalho é o potencial que o estudo oferece para uma visão mais ampla sobre a relação entre o receptor de LDL (mau colesterol) e o risco de diabetes tipo 2.

Os especialistas da Universidade Glasgow, na Escócia, David Preiss  e Naveed Sattar explicam que os resultados dessa investigação apontam para uma interação complexa entre os lipídios, glicemia, adiposidade e o aumento do risco de diabetes com a terapia das estatinas. A investigação é uma prova importante para fortalecer a relação entre a terapia com estatinas e o risco para o diabetes. No entanto, isso não deve alterar a orientação em relação ao uso desses medicamentos importantes em pacientes com risco cardiovascular elevado, considerando o benefício global da terapia com estatinas.

As conclusões e a relevância dessa análise mostram que a prevalência do diabetes tipo 2 em pacientes com hipercolesterolemia familiar foi significativamente menor do que entre os parentes não afetados, com variabilidade por tipo de mutação. Se a descoberta for confirmada na análise mais apurada irá aumentar a possibilidade da existência de uma relação causal entre LDL e diabetes tipo 2.

Fonte:

Association Between Familial Hypercholesterolemia and Prevalence of Type 2 Diabetes Mellitus.

Joost Besseling, MD1; John J. P. Kastelein, MD, PhD1; Joep C. Defesche, PhD2; Barbara A. Hutten, PhD, MSc3; G. Kees Hovingh, MD, PhD1, 2015.

Link: http://jama.jamanetwork.com/article.aspx?articleid=2190985


Related Posts

Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.