Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228 | Porto Alegre contato@marcelaferrao.com.br

Menu

Vinho só faz bem quando associado a exercício físico

Postado por em Vinho no dia dezembro 02, 2014


Pesquisa apresentada durante o Congresso da Sociedade Européia de Cardiologia, em Barcelona, na Espanha, no mês de setembro deste ano, mostra que o vinho só protege contra doenças cardiovasculares em pessoas que se exercitam. De acordo com os resultados do estudo intitulado in vino veritas (No vinho, a verdade) desenvolvido pelo cientista Milo Taborsky e sua equipe da República Checa, este é o primeiro estudo randomizado que compara os efeitos do vinho tinto e branco em pessoas com grau leve à moderado de risco de AVC. Eles descobriram que o consumo moderado de vinho foi apenas protetor em quem pratica exercício. Para a endocrinologista Marcela Ferrão, vinho não faz milagre e não tem indicação médica. “Dieta adequada e atividade física é que são fundamentais”, explica.

O estudo incluiu 146 pessoas com risco de leve à moderado de desenvolver doença cardiovascular.  Os participantes consumiram por um ano o vinho tinto (Pinot Noir) ou vinho branco (Chardonnay-Pinot) da mesma região e no mesmo ano na República Checa. O consumo moderado foi definida pela Organização Mundial da Saúde 0,2 l para as mulheres e 0,3 l para homens, até cinco vezes por semana.

Consumo do vinho

Cada indivíduo registrou num diário de bordo o consumo de vinho, hábitos de alimentação, uso de medicamentos e quantidade e tipos de exercício que realizava. Os pesquisadores compararam os níveis de colesterol HDL (considerado o bom colesterol, que age eliminando depósitos de gordura no interior das artérias) nos participantes. O aumento do índice é um forte sinal de maior proteção contra doenças cardíacas.

O vinho não teve qualquer impacto sobre os participantes como um todo, já que os níveis de HDL permaneceram os mesmos. O único resultado positivo e contínuo foi no subgrupo de pacientes que se exercitaram durante o período analisado.

No futuro, os pesquisadores pretendem comparar os efeitos do vinho tinto e branco em indicadores de aterosclerose em pacientes com alto risco para AVC. A ideia é descobrir que o consumo moderado de vinho é seguro nestes pacientes. O estudo sugere que o consumo de vinho associado à prática esportiva apresenta uma tendência positiva. No entanto, não se pode afirmar que os resultados são devido a associação ou a sobreposição do efeito do esporte à ingesta de vinho. “O ideal é manter o equilíbrio”, conclui Dra. Marcela Ferrão.

Fonte: Sociedade Européia de Cardiologia

 


Related Posts

Porto Alegre

Rua Soledade, 569 - Torre A - Sala 1005
Mãe de Deus Center - Porto Alegre/RS
contato@marcelaferrao.com.br
Agendamentos/contato - (51) 3024.4665 | (51) 99644.0228

Pré-agende a sua consulta, determinando dia e horário de sua preferência. Deixe seu telefone que entraremos em contato para confirmar o seu agendamento. Estacionamento rotativo no prédio.