AGENDE UMA CONSULTA
(51) 3024.4665

Na faixa etária dos 40 aos 55 anos, os homens podem perceber sintomas semelhantes à menopausa. Embora, não apresentem sintomas específicos como a interrupção da menstruação para marcar a transição, eles sofrem queda nos níveis hormonais (testosterona), conhecida como andropausa. Dra. Marcela Ferrão explica que as mudanças nos homens ocorrem gradualmente, e podem estar acompanhadas por mudanças em atitudes e humores, fadiga, perda de energia, libido e agilidade física. “Estudos mostram que este declínio de testosterona pode acarretar riscos como doenças cardíacas e ossos frágeis”, ressalta a médica.

O Jornal Indiano de Endocrinologia e Metabologia mostra que várias modalidades terapêuticas estão disponíveis, mas os resultados clínicos sugerem uma avaliação mais aprofundada da complexa interação entre deficiência androgênica e envelhecimento. “Antes de iniciar o tratamento, os benefícios e riscos da terapia devem ser discutidos com os pacientes e em caso de má resposta, outra causa deve ser investigada”, explica a endocrinologista Marcela Ferrão, que acompanha vários pacientes no período de andropausa.

A testosterona tem um efeito positivo na redução dos fatores de risco para síndrome metabólica e doença cardiovascular. Isso significa, que a baixa concentração de testosterona endógena está relacionada com a mortalidade por doença cardiovascular. Dra. Marcela Ferrão diz que muitos dos componentes da síndrome metabólico (obesidade, hipertensão, dislipidemia e  resistência à insulina) também estão presentes em homens com hipogonadismo (que produzem pouco ou nenhum hormonio).

Diversos estudos epidemiológicos estabelecem uma estreita relação entre os níveis de obesidade e baixa de testosterona em homens saudáveis​​. Estatísticas mostram que de 20% a 64% dos homens obesos têm baixo nível de testosterona e de 33% a 50% (com diabetes mellitus tipo 2) apresentam deficiência da testosterona.

Fonte:

Andropause: Current concepts. Indian J Endocrinol Metab. Dec 2013; 17(Suppl 3): S621–S629.