AGENDE UMA CONSULTA
Post sobre mitos e verdades sobre o óleo de coco

Uma compilação de 16 estudos randomizados comprovou que o consumo de óleo de coco aumenta os níveis de colesterol ruim em comparação com outros óleos vegetais.

O óleo de coco é rico em gordura saturada – principalmente o ácido láurico – e ao ser utilizado como substituto de óleos vegetais comuns (como oliva, soja, linhaça, canola, que contém mais gorduras insaturadas) está associado a um aumento médio de 10,5 mg/dL do LDL, o #colesterol ruim, associado a um risco aumentado de se desenvolver doenças cardiovasculares.

O óleo de coco também aumenta o HDL (colesterol bom), porém, não se tem evidências de que o aumento das taxas de HDL reduza o risco de doenças cardiovasculares e a quantidade de gorduras saturadas presente no óleo de coco também pode piorar a qualidade do HDL.

Portanto, utilizar o óleo de coco por questões de saúde não faz sentido. Você pode utilizá-lo em função do sabor que irá agregar à certas receitas, porém é importante desmistificar o uso do mesmo, pois existem gorduras melhores. Além disso, não houve qualquer benefício adicional em peso, glicemia ou inflamação por parte do consumo.

E você, consome óleo de coco?

 

Fonte: Neelakantan, Circulation 2020